Na hora de garantir um futuro melhor para si ou para a família, diversos trabalhadores estão considerando a previdência privada, uma aplicação que possui inúmeras vantagens.

Neste artigo, vamos apresentar as possibilidades de contratação de planos de previdência privada e indicar a quais perfis eles se destinam. Acompanhe.

Tipos de previdência privada

A previdência privada, também chamada de aposentadoria complementar, possui duas modalidades principais, são elas: fechada e aberta. Veja as diferenças.

Previdência privada fechada

A aposentadoria fechada é restrita a empregados e/ou associados de empresas e instituições de classe. Na modalidade plano patrocinado, a organização patrocina uma parcela do plano e o colaborador paga a outra parte. Já o modelo de plano instituído é operado por associações e entidades de classe a seus associados. 

Tanto as entidades patrocinadoras quanto as instituidoras não podem ter lucros com as operações. Portanto, as taxas dos fundos de pensão tendem a ser menores do que os outros tipos de aposentadoria, o que a torna bastante vantajosa.

Previdência privada aberta

A previdência privada aberta é um modelo mais democrático, pois os seus planos não exigem qualquer pré-requisito.

Assim, para contratar um produto previdenciário do tipo aberto, basta ser uma pessoa física, de qualquer idade, exercendo qualquer tipo de atividade remunerada (ou não) e que deseja aplicar dinheiro no investimento.

Perfis de contratação da previdência privada aberta

Alguns dos perfis mais comuns de quem pode contratar previdência privada aberta são:

Contribuinte do INSS

Todo trabalhador que tem a carteira assinada é, obrigatoriamente, um contribuinte do INSS, o que lhe garante rendimentos mensais durante a aposentadoria. Porém, para fins de complementação de renda, muitos optam também pela contratação de uma previdência privada.

Trabalhador Autônomo / Profissional Liberal

Para trabalhadores que não têm renda fixa, a aposentadoria fechada é uma ótima alternativa. Eles podem investir em um plano aberto e, assim, garantir mais estabilidade financeira para seu futuro e o da sua família.

Estudantes, estagiários e pessoas sem carteira assinada

Estudantes, universitários e outras pessoas que ainda não têm remuneração ou carteira assinada também podem contratar planos abertos de previdência privada. Quanto antes começar a investir na aposentadoria, menores serão os pagamentos mensais e taxas. 

Investidores

Por fim, pessoas que já fazem outros investimentos regulares em renda fixa ou renda variável também podem contratar planos abertos de previdência privada. Poupar e aplicar especificamente na aposentadoria traz maior segurança e estabilidade para os dias futuros do investidor.

Quer saber mais sobre previdência privada e como começar a investir?
Entre em contato conosco e descubra como começar agora mesmo!
Clique aqui e fale com a gente no WhatsApp.


Publicações Relacionadas

Você conhece os benefícios de um seguro de celul...

No mundo acelerado de hoje, onde cada instante conta, a importância do seu celular ultrapassa os limites da comunicaç...

Ver mais

Posso fazer consórcio de um carro usado?

Você já deve saber que os veículos novos começam a se desvalorizar logo que saem da concessionária, não é mesmo?...

Ver mais

Conheça as principais coberturas adicionais para...

Você já parou para pensar na quantidade de bens que estão em seu nome? O que acontece no caso de algum imprevisto com...

Ver mais

Plano de saúde: saiba quais são os tipos de car...

O plano de saúde é uma opção para quem deseja garantir o acesso a serviços médicos e hospitalares com mais tranqui...

Ver mais
Olá, podemos te ajudar?